Nos Tribunais

Justiça 4.0 lança curso sobre gestão de projetos

30/05/2022 10:13 | Fonte: CNJ

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas na plataforma do Centro de Formação e Aperfeiçoamento do CNJ.

A+ A-

O Programa Justiça 4.0lançou capacitação para equipes dos tribunais e conselhos de todo o país em conceitos, ferramentas e metodologias de gerenciamento de projetos. A Formação em Gestão de Projetos, também aberta a outras pessoas que tiverem interesse, é ofertada na modalidade a distância, com carga de 20h, e dá direito a certificado para quem cumprir os requisitos.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas na plataforma do Centro de Formação e Aperfeiçoamento do CNJ. Ministrado de forma síncrona em 2021, o curso foi adaptado para a modalidade autoinstrucional para ampliar seu alcance. “O grande interesse nas duas turmas realizadas no ano passado sinalizou uma demanda crescente dos tribunais em aprimorar conhecimentos na gestão de projetos”, explica Dayse Starling Motta, juíza auxiliar da presidência do CNJ.

A oferta complementa a capacitação no tema, explica a magistrada. Desde o ano passado, o CNJ já oferece o cursoIntrodução à Gestão de Projetos, que apresenta os primeiros conceitos. “As instituições possuem diferentes níveis de maturidade na gestão de projetos. Esse curso é bastante prático e busca capacitar tanto pessoas que já atuam na área e desejam aperfeiçoar seus conhecimentos, como também aqueles que têm interesse em conhecer mais sobre o assunto. A ideia é fornecer as ferramentas mais atualizadas para que os participantes tenham segurança na gestão de projetos em suas instituições.”

Os 10 módulos do curso abordam os principais tópicos de gestão de projetos, como metodologias, gestão de recursos, cronograma, riscos e partes interessadas, bem como dicas de uso de ferramentas e casos práticos.

Qualificação

O Programa Justiça 4.0 é uma parceria entre CNJ, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e Conselho de Justiça Federal (CJF), com apoio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Conselho Superior de Justiça de Trabalho (CSJT), que promove o acesso à Justiça por meio da inovação e tecnologia. Para as ações de capacitação, ainda conta com o apoio do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (Unops).

A diretora e representante do Unops Brasil, Claudia Valenzuela, destacou a importância da parceria com o CNJ e o impacto da gestão de projetos. “O conhecimento sobre ferramentas e estratégias de gestão de projetos é fundamental para as pessoas que planejam chegar a resultados robustos, em qualquer área do conhecimento. Esperamos, com essa capacitação, ampliar o acesso a esses recursos.”

Em 2022, já foram capacitados mil alunos nos cursos deCiência de Dados Aplicada ao Poder Judiciário. E estão previstos 12 cursos em temas como integridade e compliance e sistemas da Plataforma Digital do Poder Judiciário, dentre os quais Sniper, Sinapses e novo Sistema Nacional de Gestão de Bens.