Institucional

A importância de servir e sarau cultural: reveja lives do Dia do Servidor

29/10/2021 14:59 | Fonte: Da assessoria

Professora Lúcia Helena Galvão e seis servidores que exercem atividades artísticas e culturais, para além do serviço público, foram os convidados da programação.

A+ A-

A programação do Dia do Servidor da ANAJUSTRA Federal contou com uma programação especialmente preparada para homenagear os associados da entidade e todos aqueles que mantêm vínculo de trabalho profissional com os órgãos e entidades governamentais, integrados em cargos ou empregos de qualquer delas, seja da União, estados, Distrito Federal ou municípios.

Live com a professora Lúcia Helena Galvão

No dia 27/10, véspera do dia do servidor, a programação teve início com uma palestra da professora Lúcia Helena Galvão sobre “A importância de servir”. A live está disponível no Instagram, no IGTV, e também no canal do Youtube da ANAJUSTRA Federal.

Com uma profunda reflexão na qual citou o imperador romano Marco Aurélio, o filósofo Sócrates e o poeta Khalil Gibran, entre outros pensadores, a professora relacionou o trabalho do servidor público em ajudar as pessoas e a comunidade com o trabalho de servir à vida.

“Nós já somos servidores públicos só pelo fato de estarmos vivos e seria absurdo considerar que um servidor público é uma condição indigna, talvez seja a mais digna de todas, é aquele, lato-sensu, serve a todos que necessitam dele, serve a comunidade, ao país, serve a humanidade.”

Mesmo em momentos de crise no trabalho, devido aos inúmeros desafios que a categoria enfrenta, Lúcia Helena incentiva todos a não desistirem, principalmente a não se deixarem levar por falácias. “Nunca deixe que ninguém te faça duvidar da honra que é para um ser humano ser um servidor.”

A obra "O Profeta" de Khalil Gibran, escolhida pela convidada para fazer uma profunda reflexão sobre o trabalho, reúne poesias muito belas e cheias de sabedoria sobre todos os temas importantes da vida. No canal da Nova Acrópole Brasil no YouTube, a professora Lúcia Helena Galvão tem uma série sobre a obra, na qual comenta cada um dos capítulos do livro.

E o que é trabalhar com amor?
Do livro “O Profeta”, Khalil Gibran

É tecer o pano com fios arrancados do vosso coração, como se os vossos bem amados fossem usar esse pano.

É construir uma casa com afeto, como se os vossos bem amados fossem viver nessa casa.

É semear sementes com ternura e fazer a colheita com alegria, como se os vossos bem amados fossem comer a fruta.

É dar a todas as coisas um sopro do vosso espírito, e saber que todos os abençoados defuntos estão à vossa volta a observar-vos.

Muitas vezes vos ouvi dizer, como se estivésseis a falar durante o sono, "Aquele que trabalha o mármore e encontra na pedra a forma da sua própria alma é mais nobre do que aquele que trabalha a terra.

E aquele que agarra o arco-íris para o colocar numa tela à semelhança do homem, é mais do que aquele que faz as sandálias para os nossos pés."

Mas eu digo, não no sono, mas no despertar, que o vento não fala mais documente com o carvalho gigante do que com a mais ínfima erva; e é grande aquele que, sozinho, transforma a voz do vento numa canção tornada doce pelo seu amor.

O trabalho é o amor tornado visível.

E se não sabeis trabalhar com amor mas com desagrado, é melhor deixardes o trabalho e sentar-vos à porta do templo a pedir esmola àqueles que trabalham com alegria.

Pois se fizerdes o pão com indiferença, estareis a fazer um pão tão amargo que só saciará metade da fome.

E se esmagardes as uvas de má vontade, essa má vontade contaminará o vinho com veneno.

E se cantardes como anjos mas não apreciardes os cânticos, estareis a ensurdecedor os ouvidos do homem às vozes do dia e às vozes da noite.

(sem indicação de tradutor)

Live Sarau

No dia 28 de outubro, consagrado às comemorações pelo Dia do Servidor, a ANAJUSTRA Federal realizou a 2ª edição da Live Sarau, com a participação de seis servidores associados que desenvolvem atividades artísticas e culturais.

Marcelo Kamargo, do TRT3; Maria Salete Gouveia, do TRT1; Flávia Côrtes, do TRT5; Luzia Almeida Gonçalves, do TRE-MS; Alencar Henrique Fardin, do TRT4; e Ritta Cidhreira, do TRT5, contaram suas histórias com a literatura, música e arte e compartilharam suas expressões artísticas, para além do serviço público.

“A arte é a revolução sem sangue e traz mudanças internas no sujeito e acrescento que precisamos manter nossa cultura de pé. A função social desse encontro é inesquecível. Expressar o que sinto através do que canto e escrevo me faz bem, bem como perceber um pouco de alguém através da culinária, etc. Viva o Brasil em suas diversas expressões aqui, ali e alhures! Obrigada, ANAJUSTRA Federal”, disse Ritta Cidheira, do TRT5.

A transmissão ao vivo ficou gravada e está disponível no Instagram, no IGTV, e também no canal do Youtube da ANAJUSTRA Federal.

Ao final da live, conforme divulgado no site e no Instagram, a ANAJUSTRA Federal sorteou prêmios entre os associados que se inscreverem previamente. Foram sorteados: 15 Vouchers da Weburn, aplicativo de treino, saúde e bem estar, com 6 meses de acesso gratuito; uma Mini Caixa de Som JBL GO 2 Bluetooth - Portátil 3W, à Prova de Água; três cupons de R$500 na compra do Notebook Alienware m15 R6; cinco Echo Dots, o smart speaker da Amazon; até R$1000,00 no prêmio de Seguro Auto, da ANAJUSTRA Corretora; e até R$300,00 no prêmio de Seguro Residencial, também da ANAJUSTRA Corretora.

Confira os ganhadores