Institucional

Satisfação profissional, teletrabalho e ansiedade: o que o Censo revela sobre esses temas?

23/11/2023 15:00 | Fonte: Assessoria

Diretora-executiva do CNJ conversa pela segunda vez com o PodSer e responde.

A+ A-

Número de acessos:

diretora executiva do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ), do CNJ, Gabriela Soares

O 2º Censo do Poder Judiciário reuniu informações oferecidas por mais de 92 mil respondentes, entre abril e setembro de 2023, resultando, de acordo com a diretora-executiva do Departamento de Pesquisas Judiciais do Conselho Nacional de Justiça (DPJ/CNJ), Gabriela Soares, em uma pesquisa robusta. Sobre o fim da pesquisa, seus resultados e ações traçadas a partir de agora, o PodSer, o podcast do servidor, conversou com Gabriela em seu nono episódio.

O total de respondentes representa 31,4% de todos os servidores e as servidoras da Justiça, o que significa que esta edição da pesquisa obteve a adesão de 32,01% dos integrantes do Judiciário.

“O teletrabalho traz uma falta de engajamentos em certos aspectos, isso não há dúvida. Esse mundo mais isolado que a gente vive hoje, hiperconectado, faz com que as pessoas se interessem menos em pesquisas. E também por não ser a primeira vez. 2013 era a primeira vez. E agora não”, pondera a diretora-executiva sobre o índice de respondentes.

Na conversa, Gabriela diz que, apesar da baixa adesão, com os dados obtidos ainda é possível tirar conclusões sobre o perfil do servidor do Judiciário. “Dá para tirar muitas conclusões. Não dá para garantir que todos os servidores do Poder Judiciário têm esse pensamento e esse comportamento. Mas dá para falar de um universo bastante significativo. Os números não mudaram muito em termos de satisfação profissional. O que a gente vê é que os servidores estão felizes com seu ambiente de trabalho, com o seu relacionamento com os colegas e suas.”

Por outro lado, os dados parciais divulgados pelo CNJ revelaram que 47,9% dos servidores sofrem de ansiedade e 37,4% sofrem de estresse. Sobre isso, Gabriela avalia que “esses números são realmente assustadores e muito altos. Então se olharmos que 50% tem esse sentimento, esse sofrimento, isso merece uma pesquisa mais aprofundada, para compreender os motivos para que isso aconteça.”

O nono episódio do PodSer pode ser ouvido nas plataformas Anchor, Deezer e Spotify.

PodSer

O PodSer tem o nome derivado de “podcast do servidor” e é um convite a todos que têm interesse em assuntos do universo da categoria e temas variados como: cultura e arte, imposto de renda e saúde, por exemplo. Caso você tenha alguma sugestão de tema ou entrevista para o podcast do servidor, envie para ascom@anajustrafederal.org.br.

 

Número de acessos: