Parlamentar

Por falta de quórum, sessão conjunta do Congresso é encerrada mais uma vez

02/09/2015 20:09 | Fonte:

-

A+ A-

Dentro e fora do Congresso, servidores de todo o país pressionaram pela apreciação do veto.

Por falta de quórum, a sessão conjunta do Congresso desta quarta-feira, 02/9, na qual o veto integral ao PLC 28/2015 poderia ser apreciado, foi encerrada de ofício pelo deputado Waldir Maranhão (PP-MA), que a presidia.
 
A diretora de assuntos legislativos da ANAJUSTRA, Glauce de Oliveira Barros, acompanhou a movimentação no Congresso desde o início do dia e informou que houve quórum para a abertura da sessão, mas não para a análise dos vetos pautados. O pedido de encerramento partiu do líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE). 

Conforme a diretora da associação, o senador Ronaldo Caiado, líder do DEM, chegou a invocar o artigo 53 regimental para que fosse dada continuidade a discussão dos vetos pautados e que a verificação de quórum ocorresse ao final dela. O pedido dele, no entanto, não foi deliberado pela mesa. 

No dia 19/8, pelo mesmo motivo, a sessão também foi suspensa. 

O assessor parlamentar da ANAJUSTRA, Roberto Bucar, também acompanhava a sessão e, após o encerramento, conversou com o deputado Izalci (PSDB-DF). Segundo Bucar, ele afirmou que o senador Renan Calheiros anunciará ainda hoje a data da nova sessão para análise dos vetos presidenciais. 

Nos corredores e galerias do Congresso, representantes da categoria aguardavam a derrubada do veto, como prometido por vários senadores e deputados. E do lado de fora, uma grande manifestação tomou forma com a participação de milhares de servidores de todas as regiões do país. 

Confira no vídeo a fala do senador José Medeiros, do PPS, sobre o encerramento da sessão.



Atualizada às 20:08h.