Parlamentar

CCJ do Senado cancela sessão e PLC 28/15 não é votado

13/05/2015 12:30 | Fonte:

-

A+ A-

O PLC 28/2015, que trata do reajuste para os servidores do Judiciário Federal, não foi votado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado nesta quarta-feira, 13/5, conforme previsto. Segundo o assessor parlamentar da ANAJUSTRA, Roberto Bucar, a sessão foi cancelada por falta de quórum.

Ainda de acordo com Bucar, apenas o senador Eduardo Amorim, do PSC de Sergipe, compareceu à sessão para justificar o ocorrido. "O pior de todas as dores não é a que atinge só um, mas sim a muitos. Como é o que está acontecendo com vocês servidores do Judiciário”, solidarizou-se o senador com os representantes da categoria.

Conforme o assessor, havia uma preocupação entre os servidores de que, aprovada na CCJ, a proposição fosse votada pelo Plenário sem um acordo com o Governo, que poderia vetá-lo posteriormente. "Outro ponto de preocupação seria a remessa do PLC à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE)", ressaltou ele.

Bucar ressaltou que continuará acompanhando as negociações em torno da matéria e que espera que ela volte à pauta da Comissão na próxima quarta-feira, 20.

Andamento

Na última quarta-feira, 12, a proposta teve pedido de vista apresentado pelo senador petista, Delcídio do Amaral. Líder do governo, Delcídio justificou seu pedido dizendo ser necessário "fazer um ajuste orçamentário prévio" à proposição.

Na ocasião, declaram-se favoráveis à aprovação os senadores Eduardo Amorim (PSC-SE), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Walter Pinheiro (PT-BA), José Medeiros (PPS-MT), Rose de Freitas (PMDB-ES), Antonio Anastasia (PSDB-MG) e Romero Jucá (PMDB-RR).  

abortion real life stories abortion laws in the us abortion clinics rochester ny
why women cheat why do men have affairs why married men cheat
why did my boyfriend cheat link i had a dream that i cheated on my boyfriend