Parlamentar

Votação das diretrizes para o Orçamento de 2015 fica para setembro

07/08/2014 08:20 | Fonte:

-

A+ A-

Sem quórum, a votação do relatório preliminar ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2015 foi remarcada para a primeira semana de setembro, quando ocorrerá outro esforço concentrado do Congresso Nacional. O presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), deputado Devanir Ribeiro (PT-SP), agendou a próxima reunião para 2 de setembro, às 14h30.

Conforme o projeto da LDO para 2015, o salário mínimo será reajustado em 7,71%, saindo dos atuais R$ 724 para R$ 779,79 no ano que vem. O governo estima crescimento da economia de 3% e inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em 5% para o próximo ano.

Ainda conforme o texto, o governo estima que o superávit primário - economia para o pagamento de juros da dívida pública - será de R$ 143,3 bilhões, valor que corresponde a 2,5% do PIB, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. Com o abatimento dos R$ 28,7 bilhões destinados ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a meta do superávit primário fica em R$ 114,7 bilhões (ou 2% do PIB).

Metas

A LDO é o instrumento pelo qual o governo estabelece metas e prioridades da administração pública federal para o ano seguinte, como as obras e os serviços mais importantes a serem realizados. Ela é elaborada todos os anos pelo chefe do Poder Executivo, com auxílio do Ministério do Planejamento, do Banco Central e do Ministério da Fazenda, entre outros. Também dispõe sobre as alterações na legislação tributária e define a política de aplicação dos recursos das agências financeiras oficiais de fomento.

As diretrizes servem para orientar a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), a ser encaminhada ao Congresso até 31 de agosto.

Entre outros assuntos, a LDO trata das metas fiscais do governo (taxa de juros, inflação e crescimento do PIB, por exemplo); relação de ações prioritárias; regras para execução das emendas parlamentares; regras para fiscalização de obras e serviços com indícios de irregularidades graves; custos de obras e serviços de engenharia; gastos com a folha de pagamento de servidores e empregados públicos civis e militares; reajuste do salário mínimo; pagamento da dívida pública federal e alterações na cobrança de tributos.

abortion real life stories abortion laws in the us abortion clinics rochester ny
why women cheat cheaters why married men cheat
after an abortion terminating early pregnancy las vegas abortion clinics
how to terminate a pregnancy naturally centaurico.com abortion clinics in oklahoma
i want to cheat on my wife i cheated on my wife now what cheat on your spouse