Parlamentar

Senador defende extensão do adicional por tempo de serviço

05/08/2014 11:37 | Fonte:

-

A+ A-

O senador Antonio Carlos Rodrigues (PR-SP) defendeu nesta segunda-feira (4) a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 63/2013, que estabelece o pagamento de adicional de tempo de serviço de 5% aos magistrados e integrantes do Ministério Público a cada cinco anos de exercício na carreira.

Para ele, não é justo que, por exemplo, um juiz recém-empossado receba um salário praticamente igual ao de um desembargador, com mais de 30 anos de serviço.


A baixa valorização dos salários ao longo da carreira, disse o senador, tem desestimulado alguns desses profissionais. Para ele, não só juízes e promotores deveriam ter o adicional, mas outros servidores públicos.

"A sociedade precisa de juízes e promotores capacitados e valorizados. Na verdade, esses agentes do Estado não são os únicos que não têm reconhecido e valorizado o tempo de serviço público. Todas as demais carreiras, em todas as esferas da administração, têm esse direito. É preciso reconhecer que esse foi um equívoco da reforma administrativa, com a intenção de criar um teto salarial, que resultou em desestímulo à permanência no serviço público", afirmou Antonio Carlos Rodrigues em pronunciamento no Plenário.

abortion real life stories abortion pill costs abortion clinics rochester ny
why women cheat reasons why women cheat on their husbands why married men cheat
abortion clinics in greensboro nc weeks of pregnancy abortion vacuum
how to cheat on my husband why men have affairs cheaters
i want to cheat on my wife wives who want to cheat cheat on your spouse