Parlamentar

Sessão na Câmara comemora 30 anos das Diretas Já

07/05/2014 11:46 | Fonte:

-

A+ A-

A Câmara dos Deputados realiza hoje, às 10 horas, uma sessão solene para lembrar os 30 anos das Diretas Já (1983-1984) – movimento que levou os brasileiros às ruas de todo o País para pedir a volta das eleições diretas para presidente.

No dia 25 de janeiro de 1984, 1,5 milhão de pessoas se reuniram em São Paulo em apoio ao movimento. Foi a maior manifestação popular pela democracia já vista no País.

No mesmo dia, faltaram 22 votos na Câmara para que a emenda Dante de Oliveira, que previa eleições diretas para presidente da República, fosse aprovada e o texto seguisse para o Senado. Não apareceram na votação 113 deputados – a esmagadora maioria do PDS, partido de apoio do regime militar.

"A Câmara rejeitou a Emenda Constitucional das Diretas. Assim mobilizou o povo que fez a democracia ressurgir. É de baixo para cima que o Brasil avança e o Congresso pode rever seus erros", afirma o líder do PSB, deputado Beto Albuquerque (RS), que propôs a homenagem na Casa.

Após a derrota da emenda, as eleições indiretas pelo Colégio Eleitoral consagraram o candidato da oposição, o civil Tancredo Neves em 1985. O candidato apoiado pelos militares, o atual deputado federal Paulo Maluf (PP-SP), foi derrotado. Tancredo acabou não assumindo a Presidência, ele adoeceu e morreu sem tomar posse.

O vice de Tancredo, José Sarney, assumiu o cargo. Foi no seu governo que as eleições voltaram a ser diretas (período de transição democrática)

abortion clinics in greensboro nc abortion clinics in the bronx abortion vacuum
how to cheat on husband sledaddicts.com catching a cheater