Gerais

CSJT aprova cronograma para implantação de Sistema de Gestão de Pessoas na JT

15/12/2014 08:28 | Fonte:

-

A+ A-

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) aprovou na última Sessão Ordinária de 2014, ocorrida em 28 de novembro, os cronogramas de implantação e desenvolvimento do Sistema de Gerenciamento de Recursos Humanos da Justiça do Trabalho (SGRH). Desenvolvido para otimizar o trabalho das áreas de gestão de pessoas, o SGRH é fruto de um acordo de cooperação técnica firmado em 2014 entre o CSJT, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O sistema, que já está funcionando no Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (2ª Região) será implantado em toda a Justiça do Trabalho de 1º e 2º graus. De acordo com a Coordenadora de Gestão de Pessoas do CSJT, Rosa Amélia de Sousa Casado, o SGRH será uma ferramenta essencial para que o Conselho cumpra a missão de exercer a supervisão administrativa, orçamentária e financeira, no que se refere à gestão de pessoas.

“Uma vez que o sistema for implantado nos TRTs, a Justiça do Trabalho passará a ter uma ferramenta de gestão de pessoas uniformizada, que facilitará o acesso consolidado do CSJT”, explica. “Além dos benefícios para o CSJT, com a implantação de um sistema unificado, será possível aperfeiçoar os processos de trabalho de gestão de pessoas, como a manutenção dos cadastros funcionais, a folha de pagamento e os projetos de desenvolvimento e capacitação.”

Ainda segundo Rosa, foram criados dois grupos de trabalho, um que cuidará da implantação do SGRH e outro que cuidará do desenvolvimento das melhorias necessárias para que o SGRH se adeque ao Judiciário Trabalhista. “Por exemplo, o sistema ainda não tem um módulo específico para trabalhar com gestão por competências, no qual se leva em conta o aproveitamento das habilidades de cada servidor. Então, um dos nossos objetivos é desenvolver esse aporte, que otimizará tanto a produtividade como a satisfação do servidor”, analisa.

O GT que fará o levantamento das ações necessárias para o planejamento e desenvolvimento do SGRH no âmbito da Justiça do Trabalho de 1º e 2º graus é composto por servidores dos TRTs de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Campinas-SP, Goiás, Alagoas, Sergipe e Mato Grosso, além de dois representantes do CSJT.

why women cheat reasons why women cheat on their husbands why married men cheat
abortion clinics in greensboro nc abortion clinics in the bronx abortion vacuum
how to cheat on my husband blog.whitsunsystems.com cheaters
why did my husband cheat i cheated my husband cheated on my husband