Gerais

TRT8 realiza II Fórum de Gestão Estratégica

17/04/2014 08:46 | Fonte:

-

A+ A-

Nesta segunda-feira, 14, o Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região realizou o II Fórum de Gestão Estratégica, com o objetivo de discutir e finalizar a revisão do Planejamento Estratégico Institucional para o período 2014-2020. O evento ocorreu no Auditório Aloysio da Costa Chaves, no prédio sede do Tribunal e teve a participação de magistrados e servidores de todos os polos que compõe a Justiça do Trabalho da 8ª Região. O evento foi aberto pela Presidente do TRT8, Desembargadora do Trabalho Odete de Almeida Alves, que destacou a importância da participação de todos neste processo. “O Planejamento Estratégico é algo que interessa a todos, é o futuro do Tribunal, daí por que há necessidade de que todos participem, tragam ideias novas, que possam melhorar a qualidade do nosso serviço processual”.

A programação teve início com a palestra sobre “Governança Judiciária”, proferida pelo Juiz Auxiliar da Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, Roberto Wanderley Braga, também professor da FAETE (Faculdade das Atividades Empresariais de Teresina). A palestra trouxe ao público este novo conceito que vem sendo trabalhado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), onde o Planejamento Estratégico é apenas um ponto dentro dele. “Dentro do sistema de Governança Judiciária, que é um novo tema dentro do CNJ, o Planejamento é só um coadjuvante, não é uma ferramenta única. A governança não passa só pelos valores internos, mas pela sociedade, já que é a ela que servimos”, explicou, reforçando que este é um tema recente e que necessita estudo e discussão.

A segunda palestra do dia teve como tema os “Cenários Futuros para a Justiça do Trabalho da 8ª Região”, na qual o Desembargador do Trabalho José Maria Quadros de Alencar falou sobre a importância da prospecção de cenários futuros dentro de um planejamento. Para o Desembargador, este momento de debate acerca do Planejamento Estratégico, é a “oportunidade que o Tribunal tem de construir seu próprio futuro e fazer isso com a participação de magistrados e servidores. É a oportunidade também de exercitar a gestão democrática que é um valor institucional do Tribunal”.

Após as palestras, foi o momento das instituições de classe contribuírem com a revisão do Planejamento Estratégico, através da participação da Juíza do Trabalho Claudine Teixeira, representando a Associação dos Magistrados do Trabalho da 8ª Região (Amatra8) e do Sr. Aloísio da Silva Santos, representante do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal do Estado do Pará e Amapá (SINDJUF-PA/AP). Para a Juíza Claudine Teixeira, “esta reunião para formatação do Planejamento Estratégico é como um pacto, um grande pacto em que todos os atores envolvidos na gestão da Justiça do Trabalho da 8ª região têm a oportunidade de expressar suas ideias, de manifestar seus anseios e expectativas em relação a condução dos trabalhos e daquilo que é relevante”.

O representante do SINDJUF-PA/AP, Sr. Aloísio da Silva, destacou a importância de contribuir neste Planejamento. “O que está sendo abordado aqui demonstra que a atual Presidência do Tribunal está praticando uma boa gestão judiciária, a ponto de chamar as entidades de classe para discutir o Planejamento Estratégico. O Sindicato se dispõe a estar presente para qualquer intervenção de interesse do servidor e mesmo do Tribunal. Deixamos nossa contribuição para que possamos efetivamente ter resultados positivos e que estes resultados não sejam traduzidos em doenças para o nosso servidor. Que seja realmente um resultado salutar, fruto do reconhecimento do trabalho de todo e qualquer servidor”.

No segundo momento do evento, os participantes puderam validar cada meta e ação proposta nas Oficinas Regionais de Planejamento, realizadas durante o mês de março, nas Regiões Oeste (Santarém), Sudeste (Marabá), Nordeste (Belém) e no Estado do Amapá (Macapá). Um foco desta Revisão foi a colaboração de magistrados e servidores de toda a 8ª Região, o que chamou a atenção inclusive do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região, cujo Coordenador de Gestão Estratégica Ciro Cardoso esteve presente no II Fórum de Gestão. “A 8ª Região já é uma referência para o Maranhão. Teremos a revisão do Planejamento para este ano também e é um processo que ainda não começamos. Então, o interesse aqui é justamente ver como foi o processo, como o TRT8 conseguiu chegar até aqui, quais seriam as instruções. O que chama muito a atenção é a participação dos magistrados no Planejamento. Percebe-se que é todo mundo muito interessado, percebe-se que existe uma integração grande e talvez esse seja o grande diferencial do TRT da 8ª Região. Isso é muito produtivo”, comentou.

Após este momento de validação, a Secretaria de Gestão Estratégica compilará o resultado de todo o encontro em Relatório com o que foi aprovado pelos participantes do Fórum de Gestão. O documento finalizado será encaminhado para votação em Sessão do Pleno, em data ainda a ser definida.

abortion real life stories can taking birth control terminate a pregnancy abortion clinics rochester ny
why women cheat reasons why women cheat on their husbands why married men cheat
abortion clinics in greensboro nc abortion clinics in the bronx abortion vacuum
after an abortion terminating early pregnancy las vegas abortion clinics
how to cheat on husband reasons why wives cheat on their husbands catching a cheater
how to cheat on my husband why men have affairs cheaters
i want to cheat on my wife wives who want to cheat cheat on your spouse