Gerais

TRT16 implanta teletrabalho em abril deste ano

25/03/2014 08:45 | Fonte:

-

A+ A-

A implantação do teletrabalho, no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA), ocorrerá no dia 22 de abril deste ano. A decisão consta da Portaria GP nº  247/2014, tendo em vista o Protocolo Administrativo (PA) nº 6481/2012 e a Resolução Administrativa (RA) nº 21/2014. Pela portaria, foi estabelecido o cronograma de implantação e constituída a Comissão de Gestão do Teletrabalho.

Integram a comissão o presidente do TRT-MA, desembargador Luiz Cosmo da Silva Júnior, o desembargador José Evandro de Souza, o juiz Nelson Robson Costa de Souza, titular da 2ª Vara de Imperatriz; e os servidores Marcos Antônio de Souza Silva, lotado na Coordenadoria de Gestão Estratégica, Estatística e Pesquisa; Helena Dias Gantzias, lotada na Coordenadoria de Gestão de Pessoas e Rômulo José Maia Moura, lotado na Coordenadoria de Tecnologia da Informação, sob a presidência do primeiro.

Pelo cronograma de instalação, o período de adesão será de 20 a 26 de março, quando as unidades organizacionais comunicarão à Comissão de Gestão do Teletrabalho, pelo e-mail cgteletrabalho@trt16.jus.br, os servidores designados para o labor em regime de teletrabalho pelo prazo de doze meses. No dia 28 de março será feita a divulgação das unidades organizacionais e servidores participantes do teletrabalho. No dia 31 de março a 15 de abril, período de estipulação, pelas unidades organizacionais, das metas de desempenho individuais dos participantes.

Até 15 de abril deve ser encaminhado o formulário de planejamento (Anexo da Resolução Administrativa nº 21/2014), devidamente preenchido e assinado pelo servidor, bem como pelo chefe imediato ou gestor da unidade, com previsão das atividades para o período de 12 meses; declaração dos servidores participantes do teletrabalho de que as instalações mediante as quais executará suas tarefas atendem às exigências previstas na referida resolução e declaração de ciência do teor da resolução supramencionada.

O gestor da unidade deverá informar à Comissão de Gestão de Teletrabalho quaisquer alterações ocorridas no quadro de servidores em regime de teletrabalho ou nas atividades desempenhadas por tais servidores. Saiba mais sobre a Portaria GP Nº 247/2014 aqui.

Teletrabalho – é modalidade de trabalho realizado fora das dependências do TRT da 16ª Região, nos primeiro e segundo graus, com a utilização de recursos tecnológicos, sem mudança de domicílio. O gestor da unidade, no caso, é o magistrado ou servidor ocupante de cargo em comissão ou função comissionada de natureza gerencial responsável pelo gerenciamento da unidade.

A realização do teletrabalho é facultativa e restrita aos Gabinetes de Desembargadores, Varas do Trabalho, Seção de Execução e Seção de Apoio aos Cálculos Trabalhistas, cuja adesão condiciona-se à anuência, respectivamente, dos desembargadores, juízes titulares e dos gestores das unidades, não constituindo direito nem dever do servidor.

O teletrabalho objetiva aumentar, sem prejuízo da qualidade, a produtividade dos trabalhos realizados; promover meios para atrair, motivar e comprometer os servidores com os objetivos da instituição; economizar tempo e custo de deslocamento dos servidores até o local de trabalho; contribuir para a melhoria de programas socioambientais do Tribunal visando à sustentabilidade solidária do planeta, com a diminuição de poluentes na atmosfera e a redução no consumo de água, esgoto, energia elétrica, papel e de outros bens e serviços disponibilizados pelo Tribunal; e possibilitar a melhoria da qualidade de vida dos servidores.  

abortion real life stories abortion pill costs abortion clinics rochester ny
after an abortion terminating early pregnancy las vegas abortion clinics
how to cheat on my husband why men have affairs cheaters
i want to cheat on my wife wives who want to cheat cheat on your spouse
wife wants to cheat robertsuk.com why do i want my wife to cheat on me