Gerais

TST e TCU firmam parceria para segurança de informações

28/11/2012 08:03 | Fonte:

-

A+ A-

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Oreste Dalazen, e o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Benjamin Zymler, assinaram, no salão nobre do Tribunal Superior do Trabalho "Ato de Inauguração do Data center de Replicação de Dados". Também denominado "site de contingência", o ato é fruto de parceria institucional entre os dois tribunais visando à segurança de informações institucionais.

O objetivo é que todas as informações de um dos órgãos do ambiente de Tecnologia de Informação sejam replicadas ao outro e vice-versa. Assim, os dois alcançariam patamar de proteção e segurança efetiva, caso ocorra um eventual desastre que atinja suas instalações. Em abril de 2002, um incêndio atingiu quatro andares do prédio onde funciona o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ) e destruiu mais de 11 mil processos. Em 2008 foi a vez do TRT da 11ª Região (AM), com incêndio atingindo justamente a Secretaria de Tecnologia do órgão, levando a perda de centenas de informações.

Data centers

Data centers são ambientes projetados para abrigar servidores, computadores e sistemas responsáveis pelo processamento de dados de uma empresa ou organização. O objetivo principal de um data center é garantir a disponibilidade de equipamentos que rodam sistemas cruciais para as atividades de uma organização, garantindo a constante disponibilidade de serviços de TI.

Durante a cerimônia, o ministro presidente do TST, João Oreste Dalazen, destacou que investir em Tecnologia de Informação nos tempos atuais não é alternativa ou opção, "a rigor sua implementação em qualquer atividade traduz urgente e imperativa necessidade". Para o presidente, a ausência de computadores, de processadores de alto desempenho e dos meios de comunicação contemporâneos na administração pública seria inimaginável. "A administração pública desses novos tempos precisa voltar-se à guarda eficiente do maior patrimônio da pós-modernidade, ou seja, a informação".

Para o ministro presidente do TCU, Benjamim Zymler, apesar de as áreas de TI contarem com estruturas próprias, é preciso preparar as instituições para o imprevisível. Segundo o ministro estimava-se que o tempo de recuperação das atividades do TCU em caso de eventual destruição do seu site principal, em caráter emergencial, seria de no mínimo seis meses de paralização. Com o site de contingências, estima-se que esse tempo seria reduzido a uma semana. Zymler ressaltou o caráter pioneiro da parceria entre TCU e TST. "É a primeira vez que duas organizações públicas brasileiras lançam mão de possibilidades além de suas fronteiras jurisdicionais para obter de forma criativa, racional e eficiente solução de TI que assegure continuidade operacional recíproca". Para o ministro, o acordo deveria ser referência a ser seguida por outras instituições públicas.

how to cheat on husband I cheated on my girlfriend catching a cheater
wife cheated on me now what dabbeltinsurance.com wife wants to cheat