É o fim do TED e do DOC?

23/06/2020 13:12 | Fonte:

-

No último dia 12, o Banco Central instituiu, por meio da Circular nº 4.027, o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), também chamado de PIX, e a Conta de Pagamentos Instantâneos (Conta PI) no Brasil. Um passo à frente na digitalização da economia nacional, esse sistema começa a funcionar em novembro deste ano e você precisa conhecer os benefícios dele. 

Mas o que é SPI? 

Na circular, o BC registra que “o SPI é a infraestrutura centralizada de liquidação bruta em tempo real de pagamentos instantâneos que resultam em transferências de fundos entre seus participantes titulares de Conta Pagamentos Instantâneos (Conta PI) no Banco Central do Brasil”. 

Isso quer dizer que o SPI é vai possibilitar as transações em tempo real, 24 horas por dia, todos os dias, seja para o pagamento de contas e boletos ou até recolhimento de impostos e taxas de serviços. Ou seja, não será preciso mais esperar o pagamento “cair”. 

E a conta PI? 

É uma conta para as instituições financeiras que vão realizar os pagamentos instantâneos se conectarem ao sistema. Assim, quem já tem conta em uma instituição bancárias tradicional ou em uma fintech, provavelmente, não terá que abrir mais uma para usar o novo sistema. 

Como funcionarão as transações?

Segundo a regulamentação do BC, elas poderão ser feitas da forma comum – com informações como número de celular, e-mail, CPF ou CNPJ, ou ainda por meia da leitura de QR Codes, que se diferenciarão para transferências entre duas pessoas ou para pagamento de compras, por exemplo. 

O que há de novo? 

A rapidez e a disponibilidade do sistema: hoje há dias e horários restritos para enviar quantias através de TED e DOC e realizar pagamentos de contas. O PIX permitirá que elas sejam realizadas a qualquer dia e horário – mesmo aos finais de semana.

Além disso, o custo das operações de pagamentos e transferências será barateado. Seria o fim do TED e do DOC? Eu apostaria que sim!

E não para por aí. Nesta segunda, 22/6, foi anunciado que o sistema permitirá saque por meio das lojas da rede varejista. Será uma verdadeira revolução!

Por José Carlos Dorte
Consultor financeiro da ANAJUSTRA Federal

Últimas