Secretários debatem melhorias na Gestão de Pessoas dos TRTs

22/05/2018 09:57 | Fonte:

-

Com o objetivo de melhorar dois indicadores da pesquisa feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU)  que impactam a gestão de pessoas, o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) promoveu, na última quarta-feira (16), reunião com os secretários de Gestão de Pessoas dos Tribunais Regionais do Trabalho (TRTs), para discutir políticas de retenção de servidores e o planejamento de gestão de pessoas dos TRTs. Esses temas impactam a Meta 1 do Plano Estratégico da Justiça do Trabalho, que busca a melhoria da gestão de pessoas e da qualidade de vida. A meta da JT para 2020 é alcançar o estágio aprimorado do Levantamento de Governança e Gestão de Pessoas (iGovPessoas) do TCU. Nesse sentido, o CSJT e TRTs vêm trabalhando em ações que vão refletir positivamente no levantamento do TCU.

A secretária-geral do CSJT, Marcia Lovane Sott, lembrou que o momento é de olhar para dentro e compartilhar ideias. “É salutar que aprendamos e discutamos juntos”, pontuou. Sott destacou que está empenhada em apoiar os TRTs neste momento que pede a união da Justiça do Trabalho. “O Conselho Superior da Justiça do Trabalho não está para os Tribunais Regionais do Trabalho, mas, sim, com eles. Essa é a filosofia com que trabalhamos”, disse.

A coordenadora de Gestão de Pessoas do CSJT, Rosa Casado, destacou que, após verificar o relatório do iGovPessoas de 2016, foram instituídos quatro grupos de trabalho formados por servidores de gestão de pessoas dos TRTs, com o objetivo de estudar e apresentar proposta de ações de melhoria dos seguintes indicadores: Planejamento de Gestão de Pessoas, Avaliação de Desempenho, Retenção e Planejamento da Força de Trabalho.

Os grupos já apresentaram ao CSJT suas propostas e, nesta reunião, foram debatidas as dos grupos  de trabalho "Retenção" e "Planejamento de Gestão de Pessoas". O grupo responsável pelo tema "Retenção" propôs um formulário de desligamento em que o servidor preencheria as razões que o levaram a sair do tribunal. Para o gestor do TRT da 14ª Região, com jurisdição em Rondônia e Acre, Frank de Freitas, o formulário de desligamento ajudará na melhoria do local de trabalho nos TRTs. “Serve para os tribunais saberem quais ações precisam desenvolver para manter os servidores”, destacou o gestor.

A importância do encontro foi ressaltada pela coordenadora de Gestão de Pessoas do CSJT. “É uma oportunidade ótima para alinhar as práticas de gestão de pessoas, trocar experiências e principalmente aprovar os projetos dos grupos de trabalho do iGovPessoas”, disse Rosa Casado.

Últimas