Nove cidades para curtir festas juninas

18/06/2015 11:30
A+ A-

Junho é como o carnaval, mas no meio do ano e a fantasia é quase sempre a mesma: vestidos rodados para as meninas e camisa xadrez para os meninos. Nesse período, o "caipira" se torna a principal representação nas tradições folclóricas que comemoram as colheitas realizadas nesse mês, a do milho, em especial, além de reverenciar os santos católicos São João, São Pedro e Santo Antônio. 

Apesar das semelhanças, cada lugar reinterpreta a festa junina de uma maneira particular, pagã ou cristã, incorporando aspectos locais às festas. Selecionamos algumas, entre elas, as mais conhecidas das cidades de Caruaru e Campina Grande, e ainda algumas mais intimistas realizadas por comunidades de São Paulo, que também são especiais. 

Anote aí as indicações:

Aracaju

A capital de Sergipe preparou um grande "arraiá" para receber os turistas e os moradores de Aracaju e do interior, entre os dias 19 e 29 de junho. O "Forró do Caju" vai reunir 230 atrações durante os onze dias de festa, que terá concurso de quadrilhas, além de bandas conhecidas nacionalmente como a banda "Aviões do Forró".
Mais informações sobre a programação no site da festa.

Brasília

Em Brasília e nas cidades no entorno, as festas juninas já estão sendo realizadas desde o início do mês, mas ainda tem muitas indicações até o fim de junho. Para conseguir escolher entre as festas religiosas, realizadas nos clubes ou por associações, o jornal Correio Braziliense fez uma lista que pode acessada no site
 

Para esse fim de semana, indicamos a festa que será realizada pela Associação dos Servidores do Tribunal Superior do Trabalho (Astrisutra), no dia 19 de junho, às 17h, no estacionamento do Bloco A do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Mais informações no site da Associação.
 

Campina Grande

Com a maior quadrilha junina do Brasil, a cidade paraibana é um dos locais mais procurados para festejar o "São João" no nordeste. A comemoração vai durar o mês todo com destaque para 72 trios de forró autênticos da região, além de outras atrações musicais.

As quadrilhas juninas locais, o artesanato e as comidas típicas também fazem parte do São João de Campina. Acesse o site oficial e confira mais detalhes.
 

Caruaru

Mestre Vitalino é o homenageado deste ano na festa de São João da cidade pernambucana, conhecida como a capital do forró. O maior "São João" do agreste de Pernambuco vai durar o mês todo com mais de 350 apresentações, quadrilha e muita comida. Confira mais informações sobre a programação no site do evento.
 

Goiânia

Nos arredores da capital goiana, além do sertanejo, o milho divide espaço com a paçoca e a Chica Doida (prato típico da região), e a festa de Itumbiara está aí para provar que a combinação dá certo. Este ano, a festa será realizada entre os dias 23 e 28 de junho e deve atrair mais de 30 mil pessoas por noite. 

Em Goiânia, o "Arraiá do Cerrado" será realizado no mês de julho, entre os dias 8 e 12, no estacionamento do estádio Serra Dourada.

Mossoró

O "São João" da cidade do Rio Grande do Norte alia os festejos juninos aos aspectos históricos que a cidade carrega, em especial, o conflito entre os moradores e o bando de Lampião, encenado no espetáculo "Chuva de Bala no País de Mossoró". 

O festejo também se estende por todo esse mês e deve receber mais de 1 milhão de pessoas, até o dia 28 de junho. Confira mais informações no site da festa.
 

Rio de Janeiro

Para quem mora na capital fluminense ou estará na cidade até o mês de agosto e prefere a festa mais tradicional, o "Arraiá da Feira de São Cristóvão" é o mais indicado. As festas são realizadas durante todos os fins de semana, até o dia 30 de agosto. A entrada custa R$3 e qualquer pessoa pode participar da quadrilha. Outras informações no site da Feira.

No dia 3 de julho, Alceu Valença vai animar o "arraiá" na Lapa, com a participação de Zeca Baleiro, na Fundição Progresso. Os ingressos custam a partir de R$50 e podem ser adquiridos no site da Fundição ou na bilheteria da casa de shows.

São Luís

O bumba-meu-boi é a estrela do "São João" da capital maranhense. A dança que mistura elementos da cultura indígena, europeia e negra será apresentada por mais de 80 grupos de todo o Maranhão, até o dia 29 de junho.
Confira mais informações no site da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Luís.
 

São Paulo

Tão diversa quanto a capital paulista são as opções de festas juninas. Entre as mais procuradas, destacamos o "arraiá" do Centro de Tradições Nordestinas (CTN), localizado, na rua Jacofer, número 615, no Bairro Limão. Aos sábados e domingos, até o dia 28 de junho, haverá quadrilha, apresentação de forró e de grupos folclóricos, além das opções oferecidas pelos restaurantes com pratos típicos dos 9 Estados do nordeste. Também serão realizadas missas no local para os três santos (Santo Antônio, São João e São Pedro) e opções para as crianças, como pescaria e pau de sebo.

Para quem prefere aliar a festa junina a um local turístico, outra opção é a quermesse do Calvário, realizada ao lado da feira de antiguidades da praça Benedito Calixto, na Vila Madalena. O "arraiá" acontece até o dia 5 de julho, aos sábados e domingos, das 17h30min às 23h30min, com entrada gratuita.

Confira outras indicações para a capital paulista selecionadas pelo Guia do jornal Folha de São Paulo.
 

wife wants to cheat go why do i want my wife to cheat on me

Junho é como o carnaval, mas no meio do ano e a fantasia é quase sempre a mesma: vestidos rodados para as meninas e camisa xadrez para os meninos. Nesse período, o "caipira" se torna a principal representação nas tradições folclóricas que comemoram as colheitas realizadas nesse mês, a do milho, em especial, além de reverenciar os santos católicos São João, São Pedro e Santo Antônio. 

Apesar das semelhanças, cada lugar reinterpreta a festa junina de uma maneira particular, pagã ou cristã, incorporando aspectos locais às festas. Selecionamos algumas, entre elas, as mais conhecidas das cidades de Caruaru e Campina Grande, e ainda algumas mais intimistas realizadas por comunidades de São Paulo, que também são especiais. 

Anote aí as indicações:

Aracaju

A capital de Sergipe preparou um grande "arraiá" para receber os turistas e os moradores de Aracaju e do interior, entre os dias 19 e 29 de junho. O "Forró do Caju" vai reunir 230 atrações durante os onze dias de festa, que terá concurso de quadrilhas, além de bandas conhecidas nacionalmente como a banda "Aviões do Forró".
Mais informações sobre a programação no site da festa.

Brasília

Em Brasília e nas cidades no entorno, as festas juninas já estão sendo realizadas desde o início do mês, mas ainda tem muitas indicações até o fim de junho. Para conseguir escolher entre as festas religiosas, realizadas nos clubes ou por associações, o jornal Correio Braziliense fez uma lista que pode acessada no site
 

Para esse fim de semana, indicamos a festa que será realizada pela Associação dos Servidores do Tribunal Superior do Trabalho (Astrisutra), no dia 19 de junho, às 17h, no estacionamento do Bloco A do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Mais informações no site da Associação.
 

Campina Grande

Com a maior quadrilha junina do Brasil, a cidade paraibana é um dos locais mais procurados para festejar o "São João" no nordeste. A comemoração vai durar o mês todo com destaque para 72 trios de forró autênticos da região, além de outras atrações musicais.

As quadrilhas juninas locais, o artesanato e as comidas típicas também fazem parte do São João de Campina. Acesse o site oficial e confira mais detalhes.
 

Caruaru

Mestre Vitalino é o homenageado deste ano na festa de São João da cidade pernambucana, conhecida como a capital do forró. O maior "São João" do agreste de Pernambuco vai durar o mês todo com mais de 350 apresentações, quadrilha e muita comida. Confira mais informações sobre a programação no site do evento.
 

Goiânia

Nos arredores da capital goiana, além do sertanejo, o milho divide espaço com a paçoca e a Chica Doida (prato típico da região), e a festa de Itumbiara está aí para provar que a combinação dá certo. Este ano, a festa será realizada entre os dias 23 e 28 de junho e deve atrair mais de 30 mil pessoas por noite. 

Em Goiânia, o "Arraiá do Cerrado" será realizado no mês de julho, entre os dias 8 e 12, no estacionamento do estádio Serra Dourada.

Mossoró

O "São João" da cidade do Rio Grande do Norte alia os festejos juninos aos aspectos históricos que a cidade carrega, em especial, o conflito entre os moradores e o bando de Lampião, encenado no espetáculo "Chuva de Bala no País de Mossoró". 

O festejo também se estende por todo esse mês e deve receber mais de 1 milhão de pessoas, até o dia 28 de junho. Confira mais informações no site da festa.
 

Rio de Janeiro

Para quem mora na capital fluminense ou estará na cidade até o mês de agosto e prefere a festa mais tradicional, o "Arraiá da Feira de São Cristóvão" é o mais indicado. As festas são realizadas durante todos os fins de semana, até o dia 30 de agosto. A entrada custa R$3 e qualquer pessoa pode participar da quadrilha. Outras informações no site da Feira.

No dia 3 de julho, Alceu Valença vai animar o "arraiá" na Lapa, com a participação de Zeca Baleiro, na Fundição Progresso. Os ingressos custam a partir de R$50 e podem ser adquiridos no site da Fundição ou na bilheteria da casa de shows.

São Luís

O bumba-meu-boi é a estrela do "São João" da capital maranhense. A dança que mistura elementos da cultura indígena, europeia e negra será apresentada por mais de 80 grupos de todo o Maranhão, até o dia 29 de junho.
Confira mais informações no site da Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Luís.
 

São Paulo

Tão diversa quanto a capital paulista são as opções de festas juninas. Entre as mais procuradas, destacamos o "arraiá" do Centro de Tradições Nordestinas (CTN), localizado, na rua Jacofer, número 615, no Bairro Limão. Aos sábados e domingos, até o dia 28 de junho, haverá quadrilha, apresentação de forró e de grupos folclóricos, além das opções oferecidas pelos restaurantes com pratos típicos dos 9 Estados do nordeste. Também serão realizadas missas no local para os três santos (Santo Antônio, São João e São Pedro) e opções para as crianças, como pescaria e pau de sebo.

Para quem prefere aliar a festa junina a um local turístico, outra opção é a quermesse do Calvário, realizada ao lado da feira de antiguidades da praça Benedito Calixto, na Vila Madalena. O "arraiá" acontece até o dia 5 de julho, aos sábados e domingos, das 17h30min às 23h30min, com entrada gratuita.

Confira outras indicações para a capital paulista selecionadas pelo Guia do jornal Folha de São Paulo.
 

wife wants to cheat go why do i want my wife to cheat on me

Últimas