Servidor do TRT-15 participa de banda com temática circense

22/01/2015 12:12
A+ A-

Encarte do primeiro CD da banda "O Circo do Leão"

A repetição das palavras "para cantar" na primeira música do CD da banda "O Circo do Leão" intitulada "A que viemos", reafirma, a cada estrofe, a multiplicidade de temas que podem ser cantados em um mesmo disco. Com a temática circense, o trapezista, o leão e as viagens aparecem nas canções do primeiro trabalho da banda que tem entre os integrantes o servidor do TRT-15, Gustavo Coutinho, lotado na cidade de Bauru.

As composições do primeiro disco da banda são todas de Gustavo que se dedica ao estudo diário de música, apesar de já ser Bacharel em Guitarra pela Universidade do Sagrado Coração de Bauru, e à função administrativa na Vara Trabalhista, das 11h às 18h. Para o servidor, conciliar a vida de músico com o trabalho na VT não é complicado, mas manter uma rotina de estudos e aprimorar a técnica musical é o maior desafio. "O músico profissional estuda oito horas por dia, em média, tenho amigos que mesmo trabalhando em outras áreas acabam estudando até três horas por dia. Esse é o meu maior desafio, conseguir tempo diariamente para estudar."

Além de tocar guitarra e compor, o servidor também é um dos vocalistas da banda que reúne amigos do período da graduação e a mãe, a principal incentivadora de Gustavo no mundo musical. "Eu comecei na música aos oito anos de idade, por influência da minha mãe, que é poetisa, violonista, compositora e cantora. Com ela, eu aprendi os primeiros acordes no violão, e também foi quem insistiu para que eu fizesse aula de música. Já estudei piano, violino, flauta, violão e guitarra, que hoje é meu instrumento principal. Foi na Universidade Sagrado Coração que conheci o Wilson Martello (Baixo) e a Andrezza Trentini (Bateria) que hoje compõem a banda comigo, além da Silvia Coutinho (Voz), que é minha mãe, do Ed Florindo (Percussão), e do Lucas Dias (Bateria) que participou da banda desde o início mas que agora está se dedicando a outros projetos, e que também era meu colega de faculdade", disse.

Para Gustavo, a persistência é uma das alternativas para as bandas que "não fazem o som que está na moda" e se apresentam em lugares e eventos alternativos, como parques e praças de Bauru e em cidades próximas. O universo lúdico que acompanha o circo e os temas relacionados a ele pode até ser o foco principal da banda, mas as influências são múltiplas, criando uma pluralidade até na hora da composição. "Eu gosto muito de MPB, das produções da Motown, e meu TCC foi sobre o funk (não o carioca, o funk de James Brown, Kool and the Gang, Earth Wind and Fire, etc.)", explica o músico.

Com o objetivo de não criar empecilhos para os ouvintes e alcançar o maior número de pessoas interessadas na experiência musical da banda, o primeiro CD pode ser baixado gratuitamente do site ou acessado no canal do Youtube da banda. "Não vejo sentido em não disponibilizar o CD gratuitamente. Conheço poucas pessoas que não baixam música, filmes ou livros da internet. Ao que me parece o caminho é esse mesmo. Quando a gente toca, vendemos o CD, mas vendemos por R$ 2,00 apenas. Quase não cobre os custos. O importante para nós é que mais e mais pessoas ouçam nossa música!".

Com a formação da banda consolidada, os integrantes já sonham com o próximo CD. "Temos uma música ‘pronta’ que a letra é minha e a música é do Wilson, algumas músicas que eu já tenho, e precisam passar pelo ‘crivo’ da banda, e algumas ideias também." Mesmo considerando o seu método de composição "falho", Gustavo explica que apesar dos hábitos que desenvolveu ao longo dos anos, "as melodias, letras e harmonias surgem de repente. Às vezes eu estou trabalhando, ou almoçando, ou pronto para dormir, e vem uma melodia ou letra, ou ideia na cabeça. Aí o que eu tento fazer é pegar o celular e gravar. O problema é que às vezes eu não faço isso, e penso que vou lembrar depois, e eu quase nunca lembro", disse.

No fim do mês de janeiro, entre os dias 29 e 31, a banda vai participar do 3º Festival de Música Regional de Tarumã, interior de São Paulo. Para acompanhar as atividades da banda, basta acessar o site ou o Facebook. Além do CD, outros vídeos da “Circo” estão disponíveis no canal do Youtube, inclusive cover de bandas e cantores como Chico Buarque, Lenine e Los Hermanos.

Clique e ouça a primeira música do CD

how do you know if you have gonorrhea can you get chlamydia in the mouth symptoms for stds
abortion clinics in greensboro nc during pregnancy abortion vacuum

Encarte do primeiro CD da banda "O Circo do Leão"

A repetição das palavras "para cantar" na primeira música do CD da banda "O Circo do Leão" intitulada "A que viemos", reafirma, a cada estrofe, a multiplicidade de temas que podem ser cantados em um mesmo disco. Com a temática circense, o trapezista, o leão e as viagens aparecem nas canções do primeiro trabalho da banda que tem entre os integrantes o servidor do TRT-15, Gustavo Coutinho, lotado na cidade de Bauru.

As composições do primeiro disco da banda são todas de Gustavo que se dedica ao estudo diário de música, apesar de já ser Bacharel em Guitarra pela Universidade do Sagrado Coração de Bauru, e à função administrativa na Vara Trabalhista, das 11h às 18h. Para o servidor, conciliar a vida de músico com o trabalho na VT não é complicado, mas manter uma rotina de estudos e aprimorar a técnica musical é o maior desafio. "O músico profissional estuda oito horas por dia, em média, tenho amigos que mesmo trabalhando em outras áreas acabam estudando até três horas por dia. Esse é o meu maior desafio, conseguir tempo diariamente para estudar."

Além de tocar guitarra e compor, o servidor também é um dos vocalistas da banda que reúne amigos do período da graduação e a mãe, a principal incentivadora de Gustavo no mundo musical. "Eu comecei na música aos oito anos de idade, por influência da minha mãe, que é poetisa, violonista, compositora e cantora. Com ela, eu aprendi os primeiros acordes no violão, e também foi quem insistiu para que eu fizesse aula de música. Já estudei piano, violino, flauta, violão e guitarra, que hoje é meu instrumento principal. Foi na Universidade Sagrado Coração que conheci o Wilson Martello (Baixo) e a Andrezza Trentini (Bateria) que hoje compõem a banda comigo, além da Silvia Coutinho (Voz), que é minha mãe, do Ed Florindo (Percussão), e do Lucas Dias (Bateria) que participou da banda desde o início mas que agora está se dedicando a outros projetos, e que também era meu colega de faculdade", disse.

Para Gustavo, a persistência é uma das alternativas para as bandas que "não fazem o som que está na moda" e se apresentam em lugares e eventos alternativos, como parques e praças de Bauru e em cidades próximas. O universo lúdico que acompanha o circo e os temas relacionados a ele pode até ser o foco principal da banda, mas as influências são múltiplas, criando uma pluralidade até na hora da composição. "Eu gosto muito de MPB, das produções da Motown, e meu TCC foi sobre o funk (não o carioca, o funk de James Brown, Kool and the Gang, Earth Wind and Fire, etc.)", explica o músico.

Com o objetivo de não criar empecilhos para os ouvintes e alcançar o maior número de pessoas interessadas na experiência musical da banda, o primeiro CD pode ser baixado gratuitamente do site ou acessado no canal do Youtube da banda. "Não vejo sentido em não disponibilizar o CD gratuitamente. Conheço poucas pessoas que não baixam música, filmes ou livros da internet. Ao que me parece o caminho é esse mesmo. Quando a gente toca, vendemos o CD, mas vendemos por R$ 2,00 apenas. Quase não cobre os custos. O importante para nós é que mais e mais pessoas ouçam nossa música!".

Com a formação da banda consolidada, os integrantes já sonham com o próximo CD. "Temos uma música ‘pronta’ que a letra é minha e a música é do Wilson, algumas músicas que eu já tenho, e precisam passar pelo ‘crivo’ da banda, e algumas ideias também." Mesmo considerando o seu método de composição "falho", Gustavo explica que apesar dos hábitos que desenvolveu ao longo dos anos, "as melodias, letras e harmonias surgem de repente. Às vezes eu estou trabalhando, ou almoçando, ou pronto para dormir, e vem uma melodia ou letra, ou ideia na cabeça. Aí o que eu tento fazer é pegar o celular e gravar. O problema é que às vezes eu não faço isso, e penso que vou lembrar depois, e eu quase nunca lembro", disse.

No fim do mês de janeiro, entre os dias 29 e 31, a banda vai participar do 3º Festival de Música Regional de Tarumã, interior de São Paulo. Para acompanhar as atividades da banda, basta acessar o site ou o Facebook. Além do CD, outros vídeos da “Circo” estão disponíveis no canal do Youtube, inclusive cover de bandas e cantores como Chico Buarque, Lenine e Los Hermanos.

Clique e ouça a primeira música do CD

how do you know if you have gonorrhea can you get chlamydia in the mouth symptoms for stds
abortion clinics in greensboro nc during pregnancy abortion vacuum

Últimas