Como surgem as grandes ideias? Conheça o servidor que criou um aplicativo de sucesso

28/10/2014 11:35
A+ A-

Para o servidor do TRT2 e associado da ANAJUSTRA, Gustavo Nogueira de Sá, uma boa ideia surgiu da vontade de auxiliar pessoas que têm o objetivo de passar num concurso e ingressar na carreira pública.

Ao acompanhar os estudos de sua esposa, Natasha - formada em administração e com interesse também de atuar no TRT - Gustavo percebeu a dificuldade que pessoas que não são da área do Direito encontram em concursos da Justiça. Assim, com base em sua própria experiência de estudo e aprovação - Gustavo já foi aprovado em nove concursos - passou a auxiliar e orientar sua esposa. 

Desse movimento, nasceu o Peso 2 Concursos, aplicativo gratuito para smartphones, com conteúdo e dicas de estudos para concurseiros. Gustavo nos contou como foi esse processo, detalhes do aplicativo e de sua carreira de analista judiciário. Confira:

- Como surgiu a ideia do Peso 2 Concursos? Você já tinha participado da criação de outro aplicativo antes? 

A ideia do desenvolvimento do aplicativo "Peso 2 Concursos" surgiu da minha experiência e querer auxiliar minha esposa. Eu nunca fiz cursinho para nenhum concurso e sempre me preparei para as provas com muita, muita leitura. Sempre direcionei meus estudos de acordo com o perfil exigido pelas organizadoras de cada concurso: se o perfil do concurso exigia muita lei "seca", restringia meus estudos somente à letra da lei; se exigia súmulas e orientações jurisprudenciais, abria o conteúdo necessário para me adequar a tal realidade; e assim por diante. Separava o material de estudo necessário e sempre o carregava comigo. Desta forma, sempre consegui otimizar meu tempo e obter notas positivas nas provas que prestava. E desde que comprei um smartphone há alguns anos e foram lançados os primeiros “vademecuns” para celulares, sempre estudei pelo smartphone em todos os lugares. Trabalho na capital desde 2009 e moro em Mogi das Cruzes, e vou sempre de transporte público ao trabalho. São mais ou menos 04 horas de viagem por dia, nas quais sempre fiquei e ainda fico estudando pelo celular. 

Vendo a situação de minha esposa, que se sentia frustrada após tanto esforço nos estudos e não conseguir obter a pontuação necessária nas provas, fiz para ela a seguinte proposta: deixar de assistir as aulas dos cursinhos e tentar fazer da mesma forma que eu sempre fiz na preparação para as próximas provas (que, no caso, seriam os concursos do TRT-02 e TRT-15): praticar a repetição. 

Como ela aceitou minha proposta, e devido ao fato de que ela trabalhava como representante comercial, e era inviável que ela andasse o dia todo com um Vade Mecum em livro “físico”, devido ao seu tamanho e peso, acabei comprando para ela um tablet e um Vade Mecum digital (um aplicativo). Fiz uma lista (em uma folha mesmo) de todo conteúdo normativo que era pedido usualmente nos concursos de técnico dos TRTs para que ela estudasse desta forma. E inseríamos notas no aplicativo com dicas, macetes e frases de memorização para facilitar os estudos. 

Dito e feito. Nestas provas ela obteve notas necessárias para figurar na lista de aprovados. Inclusive no TRT-15 tem a expectativa de ser nomeada muito em breve para o cargo de técnico-judiciário.
Passada tal situação, fiquei pensando em como um aplicativo que contivesse todo o material de Direito necessário para cada concurso facilitaria a vida dos concurseiros, principalmente aqueles que não são formados na área do Direito, e que normalmente tem dificuldades na seleção do material de estudo.

Acabei conversando muito sobre a ideia o Alberto Fernandes Filho, um amigo meu da época de colégio, e que é servidor do TJ-SP e também mora em Mogi das Cruzes. Nessas conversas decidimos que tínhamos que fazer o conteúdo para os principais concursos e disponibilizar para qualquer pessoa que estivesse disposta a estudar.  

A gratuidade do aplicativo proporcionaria, a todos aqueles que não têm condições de pagar os caros cursinhos, a possibilidade de estudar para as provas dos concursos. A mobilidade dos celulares e tablets ajudaria de forma indistinta qualquer concurseiro, mesmo aqueles mais experientes nas provas. 

Ficamos tão animados com a ideia que começamos imediatamente a pensar numa forma de desenvolver e divulgar o aplicativo.  
 
Após muito trabalho conseguimos finalizar o material de estudo e o desenvolvimento do aplicativo, que ainda é muito limitado, e não tem todas as funções que achamos que ele precisa e merece. Não tínhamos nenhum conhecimento sobre como criar um aplicativo, e fizemos alguns orçamentos com desenvolvedores de aplicativos, mas era algo muito fora da nossa realidade. Ficamos cerca de seis meses aprendendo, sofrendo e tentando achar uma forma de inserir o material de estudo em celulares e tablets. Decidimos fazer tudo “na raça”, desde o layout do aplicativo até o desenvolvimento de nosso site, afinal como servidores que somos e sem qualquer investidor participando do projeto, não temos condições de investir “pesado” em uma plataforma mais adequada às nossas necessidades e de nossos usuários. Hoje temos gastos mensais com a manutenção do app, mas por enquanto os custos são baixos e nos dispusemos a arcar com essas despesas.

Enfim, em setembro deste ano, conseguimos lançar o “Peso 2 Concursos” com todo material de estudo de Direito para o TJ- SP (escrevente judiciário), TJ-RJ (técnico judiciário), antes do lançamento destes concursos, e também o material para o TRT-03 (MG). 

A ferramenta não é perfeita, mas pretendemos aprimorá-la em breve. Ela contém todo o conteúdo normativo necessário e em boa parte comentado com dicas, lembretes e técnicas de memorização. E o aplicativo ainda funciona off-line (sem necessidade de conexão com a internet) para os aparelhos Android, o que era uma das nossas principais preocupações. E agora nossa intenção é atualizá-lo com novos editais, inclusive para aqueles concursos de nível superior, e aprimorar suas funções, sempre tentando facilitar a vida dos usuários. Estamos muito felizes e empolgados em continuar com esse projeto.

- Já foram realizados quantos downloads?

 Em menos de um mês de lançamento do aplicativo, já conseguimos mais de 5,5 mil downloads apenas para Android (para IOS e Windows Phone ainda não temos controle do número de downloads) e tivemos mais de 36 mil acessos ao conteúdo do aplicativo. Também já tivemos quase mil curtidas em nossa página do Facebook neste mesmo período.

 - Hoje é celebrado o dia do servidor público. Pensando nisso, pode nos contar um pouco da sua trajetória até chegar no TRT2? Qual sua motivação para exercer o cargo de analista judiciário e ainda desenvolver projetos paralelos, como esse do aplicativo?

Sempre tive facilidade em provas desde o tempo de escola e isso acabou me motivando para prestar concursos públicos. A estabilidade e o salário foram, em princípio, meus maiores objetivos e estímulos. 

Após ter ingressado no Poder Judiciário trabalhista, no cargo de técnico judiciário em 2009 – quando ainda estava cursando o 3º ano da faculdade de Direito -, acabei me identificando muito com a matéria jurídica e com a nossa missão institucional. A partir de então voltei meus estudos para a área trabalhista, e consegui ser aprovado como analista judiciário no TRT-03, meu atual cargo, antes de minha graduação no curso.

Depois disso, segui meus estudos com a certeza de que já sabia em qual área queria atuar, e fiz pós-graduação em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho. 

Hoje trabalho como assistente de desembargador no TRT-02 (estou atualmente permutado), e percebo a importância da nossa célere atuação na solução dos conflitos que envolvem relações de trabalho que, em regra, tratam das mais básicas necessidades dos trabalhadores e de suas famílias. É gratificante saber que nosso trabalho proporciona aos jurisdicionados o acesso cada vez mais rápido e efetivo aos seus direitos.

E após vivenciar a experiência de minha esposa em seus estudos para o ingresso na carreira pública, percebi como minhas próprias experiências em concursos também poderiam ajudar outras pessoas que têm o mesmo objetivo. E com o uso da tecnologia, a possibilidade de ajudar um grande número de pessoas me estimula cada vez mais. O desenvolvimento desta ferramenta de estudo sequer é considerado por mim um trabalho, ou qualquer coisa que possa parecer desgastante: é um projeto do qual participo com muita felicidade e vontade de realizá-lo da melhor forma possível.

Todos os links para download do aplicativo podem ser encontrados no site da Peso 2 Concursos ou na fanpage no Facebook.

why women cheat cheaters why married men cheat
wife cheated on me now what dabbeltinsurance.com wife wants to cheat
why did my husband cheat i cheated my husband cheated on my husband

Para o servidor do TRT2 e associado da ANAJUSTRA, Gustavo Nogueira de Sá, uma boa ideia surgiu da vontade de auxiliar pessoas que têm o objetivo de passar num concurso e ingressar na carreira pública.

Ao acompanhar os estudos de sua esposa, Natasha - formada em administração e com interesse também de atuar no TRT - Gustavo percebeu a dificuldade que pessoas que não são da área do Direito encontram em concursos da Justiça. Assim, com base em sua própria experiência de estudo e aprovação - Gustavo já foi aprovado em nove concursos - passou a auxiliar e orientar sua esposa. 

Desse movimento, nasceu o Peso 2 Concursos, aplicativo gratuito para smartphones, com conteúdo e dicas de estudos para concurseiros. Gustavo nos contou como foi esse processo, detalhes do aplicativo e de sua carreira de analista judiciário. Confira:

- Como surgiu a ideia do Peso 2 Concursos? Você já tinha participado da criação de outro aplicativo antes? 

A ideia do desenvolvimento do aplicativo "Peso 2 Concursos" surgiu da minha experiência e querer auxiliar minha esposa. Eu nunca fiz cursinho para nenhum concurso e sempre me preparei para as provas com muita, muita leitura. Sempre direcionei meus estudos de acordo com o perfil exigido pelas organizadoras de cada concurso: se o perfil do concurso exigia muita lei "seca", restringia meus estudos somente à letra da lei; se exigia súmulas e orientações jurisprudenciais, abria o conteúdo necessário para me adequar a tal realidade; e assim por diante. Separava o material de estudo necessário e sempre o carregava comigo. Desta forma, sempre consegui otimizar meu tempo e obter notas positivas nas provas que prestava. E desde que comprei um smartphone há alguns anos e foram lançados os primeiros “vademecuns” para celulares, sempre estudei pelo smartphone em todos os lugares. Trabalho na capital desde 2009 e moro em Mogi das Cruzes, e vou sempre de transporte público ao trabalho. São mais ou menos 04 horas de viagem por dia, nas quais sempre fiquei e ainda fico estudando pelo celular. 

Vendo a situação de minha esposa, que se sentia frustrada após tanto esforço nos estudos e não conseguir obter a pontuação necessária nas provas, fiz para ela a seguinte proposta: deixar de assistir as aulas dos cursinhos e tentar fazer da mesma forma que eu sempre fiz na preparação para as próximas provas (que, no caso, seriam os concursos do TRT-02 e TRT-15): praticar a repetição. 

Como ela aceitou minha proposta, e devido ao fato de que ela trabalhava como representante comercial, e era inviável que ela andasse o dia todo com um Vade Mecum em livro “físico”, devido ao seu tamanho e peso, acabei comprando para ela um tablet e um Vade Mecum digital (um aplicativo). Fiz uma lista (em uma folha mesmo) de todo conteúdo normativo que era pedido usualmente nos concursos de técnico dos TRTs para que ela estudasse desta forma. E inseríamos notas no aplicativo com dicas, macetes e frases de memorização para facilitar os estudos. 

Dito e feito. Nestas provas ela obteve notas necessárias para figurar na lista de aprovados. Inclusive no TRT-15 tem a expectativa de ser nomeada muito em breve para o cargo de técnico-judiciário.
Passada tal situação, fiquei pensando em como um aplicativo que contivesse todo o material de Direito necessário para cada concurso facilitaria a vida dos concurseiros, principalmente aqueles que não são formados na área do Direito, e que normalmente tem dificuldades na seleção do material de estudo.

Acabei conversando muito sobre a ideia o Alberto Fernandes Filho, um amigo meu da época de colégio, e que é servidor do TJ-SP e também mora em Mogi das Cruzes. Nessas conversas decidimos que tínhamos que fazer o conteúdo para os principais concursos e disponibilizar para qualquer pessoa que estivesse disposta a estudar.  

A gratuidade do aplicativo proporcionaria, a todos aqueles que não têm condições de pagar os caros cursinhos, a possibilidade de estudar para as provas dos concursos. A mobilidade dos celulares e tablets ajudaria de forma indistinta qualquer concurseiro, mesmo aqueles mais experientes nas provas. 

Ficamos tão animados com a ideia que começamos imediatamente a pensar numa forma de desenvolver e divulgar o aplicativo.  
 
Após muito trabalho conseguimos finalizar o material de estudo e o desenvolvimento do aplicativo, que ainda é muito limitado, e não tem todas as funções que achamos que ele precisa e merece. Não tínhamos nenhum conhecimento sobre como criar um aplicativo, e fizemos alguns orçamentos com desenvolvedores de aplicativos, mas era algo muito fora da nossa realidade. Ficamos cerca de seis meses aprendendo, sofrendo e tentando achar uma forma de inserir o material de estudo em celulares e tablets. Decidimos fazer tudo “na raça”, desde o layout do aplicativo até o desenvolvimento de nosso site, afinal como servidores que somos e sem qualquer investidor participando do projeto, não temos condições de investir “pesado” em uma plataforma mais adequada às nossas necessidades e de nossos usuários. Hoje temos gastos mensais com a manutenção do app, mas por enquanto os custos são baixos e nos dispusemos a arcar com essas despesas.

Enfim, em setembro deste ano, conseguimos lançar o “Peso 2 Concursos” com todo material de estudo de Direito para o TJ- SP (escrevente judiciário), TJ-RJ (técnico judiciário), antes do lançamento destes concursos, e também o material para o TRT-03 (MG). 

A ferramenta não é perfeita, mas pretendemos aprimorá-la em breve. Ela contém todo o conteúdo normativo necessário e em boa parte comentado com dicas, lembretes e técnicas de memorização. E o aplicativo ainda funciona off-line (sem necessidade de conexão com a internet) para os aparelhos Android, o que era uma das nossas principais preocupações. E agora nossa intenção é atualizá-lo com novos editais, inclusive para aqueles concursos de nível superior, e aprimorar suas funções, sempre tentando facilitar a vida dos usuários. Estamos muito felizes e empolgados em continuar com esse projeto.

- Já foram realizados quantos downloads?

 Em menos de um mês de lançamento do aplicativo, já conseguimos mais de 5,5 mil downloads apenas para Android (para IOS e Windows Phone ainda não temos controle do número de downloads) e tivemos mais de 36 mil acessos ao conteúdo do aplicativo. Também já tivemos quase mil curtidas em nossa página do Facebook neste mesmo período.

 - Hoje é celebrado o dia do servidor público. Pensando nisso, pode nos contar um pouco da sua trajetória até chegar no TRT2? Qual sua motivação para exercer o cargo de analista judiciário e ainda desenvolver projetos paralelos, como esse do aplicativo?

Sempre tive facilidade em provas desde o tempo de escola e isso acabou me motivando para prestar concursos públicos. A estabilidade e o salário foram, em princípio, meus maiores objetivos e estímulos. 

Após ter ingressado no Poder Judiciário trabalhista, no cargo de técnico judiciário em 2009 – quando ainda estava cursando o 3º ano da faculdade de Direito -, acabei me identificando muito com a matéria jurídica e com a nossa missão institucional. A partir de então voltei meus estudos para a área trabalhista, e consegui ser aprovado como analista judiciário no TRT-03, meu atual cargo, antes de minha graduação no curso.

Depois disso, segui meus estudos com a certeza de que já sabia em qual área queria atuar, e fiz pós-graduação em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho. 

Hoje trabalho como assistente de desembargador no TRT-02 (estou atualmente permutado), e percebo a importância da nossa célere atuação na solução dos conflitos que envolvem relações de trabalho que, em regra, tratam das mais básicas necessidades dos trabalhadores e de suas famílias. É gratificante saber que nosso trabalho proporciona aos jurisdicionados o acesso cada vez mais rápido e efetivo aos seus direitos.

E após vivenciar a experiência de minha esposa em seus estudos para o ingresso na carreira pública, percebi como minhas próprias experiências em concursos também poderiam ajudar outras pessoas que têm o mesmo objetivo. E com o uso da tecnologia, a possibilidade de ajudar um grande número de pessoas me estimula cada vez mais. O desenvolvimento desta ferramenta de estudo sequer é considerado por mim um trabalho, ou qualquer coisa que possa parecer desgastante: é um projeto do qual participo com muita felicidade e vontade de realizá-lo da melhor forma possível.

Todos os links para download do aplicativo podem ser encontrados no site da Peso 2 Concursos ou na fanpage no Facebook.

why women cheat cheaters why married men cheat
wife cheated on me now what dabbeltinsurance.com wife wants to cheat
why did my husband cheat i cheated my husband cheated on my husband

Últimas