Acervo

Novo presidente da Câmara tem que ser eleito nesta terça

02/02/2010 08:51 | Fonte:

-

A+ A-

A Câmara Legislativa terá novo presidente a partir de hoje. A menos que haja uma reviravolta imponderável, o próximo comandante do Poder Legislativo no DF será o distrital Wilson Lima (PR). Por força de um acordo trabalhado no seio governista, o primeiro-secretário da Câmara será elevado ao cargo mais importante de uma instituição desgastada por denúncias de corrupção. Ele deverá ter, pelo menos, 15 votos — dois a mais que o mínimo necessário. O candidato do PT, Cabo Patrício, reunirá o grupo de oposição, com cinco apoiadores, o que inviabiliza de uma vez por todas a investida de Eliana Pedrosa para a função.

O prazo regimental para a eleição da Câmara não dá brechas para surpresas. É hoje o limite imposto para a disputa, segundo as normas da Casa, já que se passaram sete dias desde a renúncia de Leonardo Prudente (sem partido) da presidência. Marcada para a tarde, a votação só não ocorrerá caso não haja quorum suficiente — maioria simples de 13 deputados. Mas isso é bastante improvável. Os 24 distritais estão mobilizados para a decisão e devem comparecer, inclusive Prudente, que se mantém afastado dos holofotes desde o início do escândalo revelado pela Operação Caixa de Pandora, que investiga suposto esquema de corrupção do GDF para a base aliada na Câmara.

Na matemática governista, na pior das hipóteses, Wilson Lima terá o mínimo de 13 votos necessários para se eleger. Mas na verdade a base que apoia José Roberto Arruda (sem partido) trabalha com um número mais otimista, que pode contar com os votos até mesmo de Eliana Pedrosa (DEM) e Alírio Neto (PPS). Isso ocorrerá se a distrital retirar candidatura e se somar aos colegas alinhados com a vontade do governador. Na última quinta-feira, vários parlamentares da base se encontraram na casa de Benedito Domingos (PP), em Taguatinga. Lá, eles reafirmaram a disposição em eleger Wilson Lima. Pelo menos dois deputados, Jaqueline Roriz (PMN) e Rogério Ulysses (PSB), ainda são dúvida para a escolha de hoje. Eles cogitam, inclusive, a abstenção.

O que torna a desistência de Eliana Pedrosa provável é o fato de o PT ter confirmado na tarde de ontem a candidatura de Cabo Patrício. A líder da bancada, Érika Kokay, descarta a possibilidade de os integrantes da legenda votarem na democrata desgarrada da base. “É mais fácil eu convencê-la a apoiar no nosso candidato”, disse Érika, desmontando a hipótese levantada na semana passada de que o partido de oposição poderia se colar aos planos de Eliana.

Esse cenário foi desenhado depois que Cabo Patrício remarcou a data para a eleição, que ocorreria na última quarta-feira, situação que enfezou os governistas e alimentou a versão de que se tratava de uma armação para beneficiar a candidatura alternativa. O que não é nenhum absurdo, já que para o PT seria melhor que vingasse um nome fora do eixo controlado diretamente por Arruda. Feitos todos os cálculos que levam à eleição de Wilson Lima, tanto o PT quanto Eliana avaliam que não compensa o desgaste de insistir numa candidatura sem chances de se tornar vitoriosa.

Suplentes

O futuro dos suplentes que atuarão nos processos de impeachment contra Arruda será um dos primeiros abacaxis que o novo presidente da Casa receberá. Cabo Patrício passou a bola adiante. Apesar de ter criado a expectativa nos substitutos ao convocá-los para reunião na tarde de ontem, Patrício resolveu deixar a convocação para seu sucessor. “Até porque depois alguém alegaria que a convocação estava incorreta”, justificou o presidente interino.

Parecer elaborado pela Procuradoria da Câmara confirma que os suplentes receberão salários integrais de R$ 12,4 mil durante o tempo de serviço prestado (o que inclui os chamados 14º e 15º), mas a princípio não terão direito a dividir a estrutura com os titulares. Pelo menos até que o novo presidente autorize tal situação. A possibilidade foi cogitada pela procuradoria, que escreveu: “Entende-se que a Mesa Diretora poderá equacionar a situação, disponibilizando parte de sua estrutura interna para apoio dos suplentes”.

Fonte: Correio Braziliense

how to cheat on husband sledaddicts.com catching a cheater
will my girlfriend cheat site cheat on my girlfriend
how to cheat on my husband read cheaters
wife cheated on me now what dabbeltinsurance.com wife wants to cheat