Acervo

TST fará correição no Tribunal do Trabalho do Paraná

02/05/2008 00:00 | Fonte:

-

A+ A-
O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro João Oreste Dalazen, realiza correição no Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, nos próximos 5 a 9 de maio. A Corregedoria é o órgão encarregado da fiscalização e disciplina administrativa dos TRTs, extensiva também aos juízes. A inspeção periódica ordinária está prevista no art. 6º, inciso III, do Regimento Interno da Corregedoria-Geral do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O ministro estará à disposição dos interessados previamente inscritos, preferencialmente, no dia 5 de maio, das 9h às 12h e das 14h às 18h, no gabinete da Presidência do TRT-PR. Em 9 de maio, o corregedor-geral receberá a imprensa, às 11h30. Na oportunidade, fará uma avaliação do TRT paranaense no que se refere a número de magistrados e servidores, movimentação processual, ferramentas da informática utilizadas pelo Regional, dentre outros pontos. Logo após, às 12 horas, fará a leitura da Ata Correicional, no Plenário do Tribunal, durante sessão pública (Av. Vicente Machado, 147 - sobreloja), em Curitiba.

Corregedor-Geral

O ministro João Oreste Dalazen nasceu em Getúlio Vargas (RS), em 12 de janeiro de 1953. Obteve graduação em Direito e pós-graduação em Direito, em nível de Mestrado, pela Universidade Federal do Paraná. Procurador da Caixa Econômica Federal (1978/80). Aprovado em 1º lugar no concurso público para promotor de Justiça substituto no Estado do Paraná (1978). Juiz do Trabalho substituto do TRT da 9ª Região (PR), de dezembro de 1980 a junho de 1982. Promovido, por merecimento, ao então cargo de Juiz-Presidente de Junta de Conciliação e Julgamento (JCJ). Presidiu no Paraná, sucessivamente, as JCJs de Maringá (07/82 a 11/83), Guarapuava (11/83 a 07/86) e 4ª de Curitiba (86/93). Presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª Região em dois mandatos (1984/85). Professor concursado da Faculdade de Direito da PUC/PR (86/89). Professor assistente da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná até agosto de 2001. Atualmente é professor da Faculdade de Direito da UnB. Juiz do TRT da 9ª Região (1993/96), mediante promoção por merecimento. Ministro do Tribunal Superior do Trabalho a partir de julho de 1996. Autor da monografia "Competência Material Trabalhista" e de dezenas de artigos doutrinários. Atualmente, é corregedor-geral da Justiça do Trabalho e membro do Conselho Nacional de Justiça.

Justiça do Trabalho do Paraná

O TRT do Paraná é composto por 28 magistrados - dos quais, três ocupam cargos de Presidente, Vice-Presidente/Ouvidor-Geral e Corregedor Regional, 15 desembargadores atuam no Órgão Especial e 13 na Seção Especializada. Dividem-se, também em cinco Turmas compostas por cinco magistrados cada, para o julgamento dos recursos interpostos contra as decisões das Varas do Trabalho.

A Justiça do Trabalho da 9ª Região conta ao todo com 181 magistrados: sendo 28 desembargadores do TRT, 80 titulares de Vara do Trabalho e 73 juízes substitutos. O número de servidores que atuam em todo o Paraná é de aproximadamente 1.850.

O 1º Grau da Justiça do Trabalho no Paraná dispõe de 81 Varas do Trabalho: 20 na capital, seis em municípios da região metropolitana da capital, três no litoral e 52 no interior do estado.Possui Posto de Atendimento nos municípios de Pitanga (vinculado à VT de Ivaiporã), Palmas (vinculado à VT de Pato Branco), Rio Negro (vinculado à 1ª VT de São José dos Pinhais) e Palotina (vinculado à VT de Assis Chateaubriand). Em breve deve ser instalado o PA de Ibaiti (vinculado à VT Wenceslau Braz).

Movimentação Processual

O número de processos julgados no 1º e 2º Graus da Justiça do Trabalho do Paraná no ano passado foi maior do que em 2006.O aumento no total de processos julgados no 2º Grau foi de 12,4% em comparação com 2006. Naquele ano foram recebidos 26.959 processos e julgados 33.183. Em 2007, o TRT recebeu 32.468 e julgou 37.293 demandas. No 1º Grau, o crescimento foi de 10,5% em relação ao ano anterior, quando recebidos 103.841 processos e solucionados 96.862. Já no ano passado, as 81 Varas receberam 105.483 e solucionaram 106.452.

Fonte: TRT9ª
abortion clinics in greensboro nc abortion clinics in the bronx abortion vacuum
why did my husband cheat i cheated my husband cheated on my husband
my boyfriend thinks i cheated click i cheated on my boyfriend with a black guy