Acervo

Judiciário terá reunião para definir corte de despesas

17/01/2008 00:00 | Fonte:

-

A+ A-
Após almoço com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, o presidente da Comissão Mista de Orçamento, senador José Maranhão (PMDB-PB), e o relator-geral da proposta orçamentária para 2008, deputado José Pimentel (PT-CE), afirmaram que não foram definidos números sobre o corte que deverá ser feito pelo Judiciário.

Segundo Maranhão, a ministra terá uma reunião no dia 28 de janeiro com os presidentes dos demais tribunais superiores (Tribunal Superior Eleitoral, Superior Tribunal de Justiça, Tribunal Superior do Trabalho e Superior Tribunal Militar) para tentar bater o martelo. "Não foi nada conclusivo. Apresentamos as limitações impostas pelo fim da CPMF e o Judiciário tem independência para decidir onde cortar", disse o senador.

Ele admitiu que, entre as propostas apresentadas pelo relator, está o corte nas obras não iniciadas pelo Judiciário. Já José Pimentel adiantou que a única coisa certa até o momento é que todos os poderes vão ter que cortar despesas, o que passa pelos gastos com pessoal, custeio e investimentos.

Fonte: Agência Câmara
how to cheat on husband reasons why wives cheat on their husbands catching a cheater
my boyfriend thinks i cheated click i cheated on my boyfriend with a black guy