Acervo

TRT 5ª: Comissão aponta Pró-Saúde da ANAJUSTRA como viabilidade para autogestão

11/09/2007 00:00 | Fonte:

-

A+ A-
A Comissão de Estudos para Redefinição do Plano de Saúde de TRT5 entregou ontem (foto), depois de três meses de intenso trabalho de pesquisa no mercado, o seu relatório conclusivo ao presidente do Tribunal, desembargador Roberto Pessoa. O grupo concluiu que o modelo de autogestão do serviço médico-hospitalar para o Tribunal é conveniente, diante das circunstâncias do mercado, mas bastante complexo e delicado, devendo requerer pelo menos de dois a cinco anos de atividades com este objetivo.

Depois de consultarem empresas que atuam no setor de saúde e outros tribunais que já começam a implementar o sistema de autogestão, o grupo fez duas sugestões: que o TRT5 promova licitação imediata para a prestação do serviço médico-hospitalar ao público do Tribunal, tendo em vista que o contrato com a atual operadora, a IH Saúde, deve se encerrar em 31 de janeiro próximo ou celebre convênio técnico com a Associação Nacional dos Servidores da Justiça do Trabalho, ANAJUSTRA, para que a associação faça a intermediação da prestação dos serviços médicos no âmbito do Tribunal. Em qualquer uma das escolhas feitas pela administração haverá a necessidade de realização de estudo atuarial que viabilize a implantação futura de um modelo de autogestão.

O presidente convidou o grupo a realizar essa mesma apresentação para os integrantes na Mesa Diretora do Tribunal recém-eleita para o biênio 2007/2009, que tomarão posse no início de novembro, e informou que submeterá o assunto à apreciação dos demais desembargadores da Casa o mais breve possível.

Participaram do encontro, os seguintes integrantes da Comissão: a presidente, a desembargadora do TRT5 Maria das Graças Laranjeira; o presidente da Amatra 5, juiz Gilmar Carneiro (suplente da juíza Fátima Stern); a juíza Soraya Gesteira, o secretário geral da Presidência, Tarcísio Filgueiras; o diretor da Secretaria de Controle Interno do TRT5, Fernando Borges; o coordenador da Fenajufe (Federação Nacional dos Servidores do Judiciário Federal), Rogério Fagundes, e Vânia Fagundes, da Secretaria de Projetos Especiais.

Com informações da Ascom TRT5

Leia mais sobre o Pró-Saúde:
TRT 6° Região é beneficiado com Pró-Saúde
abortion clinics in greensboro nc during pregnancy abortion vacuum