Acervo

Congresso recebe Orçamento com mínimo de R$ 407

02/09/2007 00:00 | Fonte:

-

A+ A-
O projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2008 e a proposta do Plano Plurianual (PPA), que detalha os investimentos do governo federal para os próximos quatro anos, chegaram ao Congresso nesta sexta-feira. As propostas foram entregues ao presidente da Mesa do Congresso, Renan Calheiros, pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

O PPA prevê despesas de R$ 3,5 trilhões para os próximos quatro anos, 28% destinados à área social, na qual se enquadram os programas de educação e de saúde e o Bolsa Família. Já a LOA 2008 prevê aumento do salário mínimo dos atuais R$ 380 para R$ 407,33 centavos, um reajuste de 7,19%, e despesas com pagamento de juros e refinanciamento da dívida no valor de R$ 721 bilhões.

As despesas com benefícios previdenciários e assistenciais, vinculados principalmente ao salário mínimo, somarão R$ 233 bilhões. Outro dado importante é quanto aos investimentos das empresas estatais, que deve consumir R$ 27,1 bilhões no próximo ano, um crescimento nominal de 48% sobre 2007.

Paulo Bernardo destacou que as prioridades das duas propostas serão educação, distribuição de renda, inclusão social e o crescimento econômico, que, segundo informou, já é priorizado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ele acredita que a crise por que passa o Senado, em razão do processo contra o presidente da Casa, não deve atrapalhar a aprovação das duas propostas.

CPMF e DRU
O ministro disse ainda que conta com o Congresso para aprovar a prorrogação da CPMF e da Desvinculação das Receitas da União (DRU). Ele afirmou que, juntas, a CPMF e a DRU representam receitas de R$ 88 bilhões para o Orçamento de 2008. "Sei que o Congresso vive democraticamente seus debates, mas sempre temos conseguido aprovar nossos projetos."

Questionado sobre as verbas para a saúde, o ministro disse que o governo federal cumpre os pisos exigidos pela Constituição. Ele avaliou, no entanto, que é necessário regulamentar a Emenda 29, que estabelece esses limites. "Sabemos que pelo menos 17 estados não cumprem os limites exigidos. O governo federal cumpre à risca, mas não adianta o governo dar de um lado e o estado tirar de outro", afirmou.

Elogios
O relator da proposta orçamentária na Comissão Mista de Orçamento, deputado José Pimentel (PT-CE), elogiou o texto elaborado pelo governo. "O orçamento retrata o PAC, cumpre a proposta acertada com as centrais sindicais de reajuste do salário mínimo e tem também aportes significativos para as áreas social e da educação, desde a escola infantil até a construção dos Cefets e dos campos avançados das universidades", destacou.

Pimentel afirmou também que a comissão vai realizar dez audiências públicas nos estados para discutir o Orçamento e o PPA. As reuniões ocorrerão de 20 de setembro a 9 de outubro com o objetivo de aproximar o debate da sociedade brasileira. O deputado informou que, inicialmente, a proposta orçamentária será distribuída para os dez relatores setoriais.

Fonte: Agência Câmara
after an abortion terminating early pregnancy las vegas abortion clinics
how to cheat on my husband why men have affairs cheaters
how to cheat on my husband read cheaters
i want to cheat on my wife blog.artistamobile.com cheat on your spouse
my boyfriend thinks i cheated click i cheated on my boyfriend with a black guy